30 de setembro de 2009

Eficiência X Eficácia

palestras motivacionais, lideranca, motivacao, palestras, palestrante, palestra de motivacao, rogerio martins
Existe uma confusão entre eficácia e eficiência, entre fazer as coisas certas e fazer as coisas certas de maneira certa. “não existe coisa mais inútil do que fazer com grande eficiência as coisas que não precisam ser feitas” (Peter Druker).

O que interessa não é só trabalho, mas resultados. O gerente voltado para os resultados precisa substituir o gerente preocupado em trabalho. A realidade da situação do gerente não só exige trabalho, mas resultados. O trabalho inteligente não é medido pela quantidade, nem pelo custo. É definido pelos resultados que gera.

É usual nas empresas o emprego das palavras “eficiência” e “eficácia” como sinônimas. Mas existe uma grande diferença entre as duas palavras e a centralização na eficiência ou na eficácia leva radicais diferenças em termos de resultados nas empresas. Um exemplo de diferenciação entre eficiência e eficácia é a de um chefe que ministra um treinamento entre para melhorar a produção/ produtividade. Se o programa foi bem apresentado, o horário foi bem cumprido, os desenhos e materiais foram de boa qualidade, o chefe foi eficiente. Se, além disso, o pessoal passa a produzir mais e com mais qualidade, o chefe foi eficaz. Isto nos mostra que o chefe da eficiência deve procurar a eficácia.

Podemos tirar, portanto duas conclusões:
1) O chefe deve ser eficiente para ser eficaz.
2) A eficiência, por si, não leva necessariamente a eficácia.

Vamos ver as diferenças:
- Eficiência é fazer as coisas bem; Eficácia é fazer as coisas certas;
- Eficiência é resolver problemas; Eficácia é produzir soluções criativas;
- Eficiência é cuidar de recursos; Eficácia é otimizar a utilização de recursos;
- Eficiência é cumprir com o dever; Eficácia é obter resultados;
- Eficiência é reduzir custos; Eficácia é aumentar lucros.

Antigamente se pensava serem necessárias pessoas eficazes apenas no topo das organizações – as que davam ordem para os outros cumprirem. Hoje se torna cada vez mais necessário pessoal eficaz em todos os escalões.



Obs.: Desconheço o autor do texto acima, pois recebi há muito tempo sem a indicação e reproduzi por sua objetividade e clareza na definição destes conceitos. Rogerio Martins
Cadastre-se no Boletim