28 de abril de 2011

Mais pessoas sem noção

Uma mulher vê seu médico em uma festa e aproveita a oportunidade para falar com ele:
- Doutor, sabe aquela dor que sinto na perna? Então, ela continua cada vez mais forte. O que eu faço?
O médico educamente responde:
- Senhora, tire toda sua roupa que eu a examino!
Ela indignada com a resposta do médico retrucou:
- Mas aqui não é lugar para isso, estamos em uma festa!
E ele complementou:
- Pois é... aqui não é lugar para consulta, estamos em uma festa!

As pessoas sem noção

Certamente quem é médico ou presta algum tipo de serviço é bombardeado com situações semelhantes. Gente sem noção que acha que seu expediente profissional se estende a qualquer local e horário. Não há limite ou bom senso.

Algum tempo atrás escrevi sobre as pessoas sem noção e o artigo gerou muitos comentários e até causos curiosos sobre o assunto. Todos que comentaram pelo blog e outras mídias concordaram com esta "praga" que se expande em nossa sociedade: "as pessoas sem noção"

Leia "As pessoas sem noção"

A história que contei acima é um alerta para aqueles que sem perceber fazem o mesmo. Poderiamos até classificar as pessoas sem noção em duas categorias: as que não percebem e aquelas que são "espertas". Tanto um grupo quanto o outro tornam nossa vida mais chata, pois exploram a boa vontade dos demais.

Em nossa cultura é mais difícil dizer "não" em determinadas situações. Isso é um prato cheio para os sem noção de plantão. Os "espertos" usam isso para tirar proveito.

Portanto, fique alerta. Qualquer sinal de algum sem noção por perto procure agir como o médico da história acima: diga não de forma educada.

Grande abraço e sucesso.

Rogerio Martins
www.twitter.com/rogermar
. . . . .
Cadastre-se no Boletim