21 de fevereiro de 2013

Qual é a sua paixão?

Blog Palestrante Rogerio Martins
Você é um(a) apaixonado(a) pelo o que faz? Em tudo que faz? Na maior parte do seu tempo?

Vemos diversas pessoas parecidas com os personagens da série "The Walking Dead". Verdadeiros zumbis em busca de alguma satisfação fugaz. Elas estão circulando em todos os lugares: empresas, shoppings, praias, baladas, ruas e avenidas. 


Parecem zumbis porque lhes falta paixão. A paixão é fundamental para nos sentirmos felizes e produtivos. As pessoas apaixonadas pelo o que fazem, em tudo que fazem e na maior parte do tempo são mais realizadas, mais cativantes, mais realizadoras e, portanto, mais felizes. Você conhece alguém assim?

São aquelas pessoas que dá vontade de ficar perto, de conversar, de sair com elas e passar a maior parte do tempo junto. Transpiram empolgação.

COMO AGIR PARA SE TORNAR UM APAIXONADO PELO QUE FAZ

Porém, não é tão simples assim, alguns irão dizer. Que a vida é cheia de obstáculos, de dificuldades, de empecilhos e que tudo isso torna tudo mais difícil sentir-se apaixonado pela vida. Mas o fato é que é fácil ser um(a) apaixonado(a)! Tudo começa em nossa mente

Tudo começa com nosso pensamentos. Pode parecer simplista, mas não é. Filósofos (antigos e atuais), Psicólogos, Médicos, Neurocientistas e outros profissionais que estudam incessantemente o comportamento humano são unânimes em afirmar que o pensamento tem um poder inimaginável. Muitos religiosos também sabem disso. Nossos pensamentos são a fonte que refletem nossas ações.

Portanto, se você quer ser um(a) apaixonado(a) pelo o que faz busque este prazer na simplicidade. Não espere por coisas grandiosas para ser feliz. Não espere por um grande amor, mas curta intensamente tudo aquilo que já tem. Aproveite ao máximo o dom da vida. Inspire-se diariamente na natureza que não espera nada, não pede nada e ainda assim continua maravilhosa, radiante e apaixonada...

Desejo que seu dia, sua semana e seus anos sejam repletos de paixão! Pratique que você consegue!!!



Rogerio Martins é Psicólogo, Palestrante, Professor, Escritor e um apaixonado pela vida!

Gostou deste artigo? Leia também:
3. O princípio da motivação


Quer receber as atualizações do site? Insira seu e-mail abaixo:




Cadastre-se no Boletim